Sábado, 13 de Março de 2010

Sexta a 3- The Lovely Bones (2009)

 

 

Estamos em Dezembro de 1973. Susie Salmon, uma menina de 14 anos que vivia no auge da curiosidade natural da sua idade, é assassinada pelo seu vizinho de uma forma meticulosa e brutal. Atraída por este quando regressava da escola para um anexo subterrâneo situado num milheiral, a vida da família deste ‘pequeno peixe’ não voltou mais a ser a mesma.

 

O choque natural de tão devastadora situação vai ao longo do tempo transforma-se numa obsessão, principalmente para o seu pai que busca vingança e justiça. Este vai então conduzir algumas investigações privadas na tentativa de descobrir tão cruel homem que terá sido capaz de fazer mal à sua querida filha.

 

A verdade é que a vida acabou cedo de mais para Susie, que agora se encontra num limbo celestial a observar e narrar todos os desenvolvimentos do filme. Com tanto que ainda ficou para fazer, será que esta vai conseguir seguir em frente?

 

 

Diogo: O poder dos sonhos de uma adolescente, desfeitos abruptamente e de forma ‘violenta’, testados aqui neste filme de Peter Jackson. ‘Visto do Céu’ apresenta no seu argumento algumas características que poderiam fazer deste um filme inquietante ou até mesmo chocante… Mas a verdade é que este acaba por ser um filme bonito, na essência da sua palavra. Visualmente, as atmosferas imaginárias de um mundo entre terra e o paraíso, revelam-se fulcrais na mensagem do filme. Para este conteúdo também contribui de forma decisiva o pensamento singular da jovem Susie Salmon, interpretada por Saoirse Ronan. De forma igualmente decisiva, encontramos o nomeado ao Óscar de Melhor Actor Secundário Stanley Tucci por este mesmo filme. Na pele de um assassino, consegue quebrar a monotonia de algumas sequências de cenas e intrigar o espectador, naquele que é então sem dúvida mais um ponto de interesse deste ‘The Lovely Bones’.

 

Nota final: 8/10

 

 

Hugo: Peter Jackson traz-nos The Lovely Bones, um filme que em termos de qualidade está uns furos abaixo em relação ao que nos tem habituado. Embora tenha um argumento convincente, o desenrolar da história é algo inconstante o que faz com alguns momentos sejam demasiado depressivos e de repente a acção passa-se demasiado depressa. Uma nota positiva para as cenas espectaculares que o CGI empregado em grande parte do filme nos proporciona. Tal como o enredo do filme, o elenco também tem altos e baixos: Mark Wahlberg tem uma performance mediana e Rachel Weisz é praticamente uma nulidade, enquanto que Saoirse Ronan tem um desempenho fantástico para a sua idade e Stanley Tucci tem uma nomeação para o Óscar de Melhor Actor Secundário totalmente merecida. The Lovely Bones acaba por ser uma decepção pois graças a incoerências na realização não consegue captar toda a atenção do espectador.

 

Nota Final: 6,5 / 10

 

 

Mafalda: "Visto do Ceú" apresenta-se com uma temática complicada de captar em essência, mas que acabou por abordar competentemente valendo-se de belíssimos planos CGI (as representações do limbo celestial são soberbas). Porém, há algo que salta à vista do espectador: a disparidade qualitativa de algumas interpretações. Se por um lado temos um desinspirado Mark Wahlberg, por outro temos o merecidamente nomeado ao Óscar, Stanley Tucci, o inquietante assassino de Susie. Uma prestação imperdível. Apelativas revelaram-se também algumas das sequências entre o real e o celestial, na casa da jovem, em que há como que uma sobreposição de planos muito bem conseguida. De mencionar ainda a tensão crescente, e muito bem vinda diga-se, para um final que achei... ridículo. Não pelo final em si, que achei adequado à história, mas pela maneira como foi filmado e apresentado ao público. Houve um claro exagero. Assim, com uma ou outra incoerência e transições de cena algo pobres (passar de um momento dramático para outro de comédia de maneira tão repentina pode cair mal a alguns espectadors), "The Lovely Bones" acaba por ser uma proposta interessante, muito pela mensagem que transmite.

 

Nota Final: 7 / 10

 

 


Por Diogo às 00:56
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 12 de Março de 2010

Trailer do dia - Fish Tank

Realização: Andrea Arnold
Argumento: Andrea Arnold
Género: Drama
Elenco: Katie Jarvis, Rebecca Griffiths, Carrie-Ann Savill e Toyin Ogidi
 
Data de Estreia: 6 de Maio de 2010
 

Quinta-feira, 11 de Março de 2010

Trailer do dia - Takers

Realização: John Luessenhop
Argumento: Peter Allen e Gabriel Casseus
Género: Acção, Crime e Thriller
Elenco: Paul Walker, Hayden Christensen e Matt Dillon
 
Data de Estreia: 22 de Julho de 2010
 

Por Hugo às 10:37
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 10 de Março de 2010

Corrupção (2007)

 


 

Ridículo. Sofrivél. Inclassificável.

 

Chega? Não... Acho justo dar pelo menos alguns fundamentos para palavras tão “duras” para com um dos mais mediatizados filmes portugueses dos últimos anos. Porque é só disso mesmo que se trata, mediatismo. Porque qualidade, essa... ficou guardada bem longe desta “película”.

 

Senão vejamos. A história certamente a reconhecerão dos jornais, telejornais e revistas, mais ou menos sensacionalistas, que tanto apreciam um bom escândalo. Futebol, árbitros comprados, acompanhantes de luxo, dinheiro, poder... Não será portanto de admirar que “Corrupção” se baseie no livro que foi sucesso de vendas em Portugal (mais uma calamidade, a meu ver), “Eu, Carolina”, em que a ex-companheira de Pinto da Costa, o presidente do F.C. Porto, apresenta a sua versão dos factos (muitos deles dos bastidores da história) sobre o caso “Apito Dourado”, que tanta tinta fez correr na imprensa.

 

Sofia (Margarida Vila-Nova), é a representação cinematográfica de Carolina. Uma jovem mãe solteira, que trabalha numa casa nocturna como acompanhante. É nessa casa que Sofia trava conhecimento com o presidente de um importante clube de futebol, com quem acaba por se envolver. Foram meses de sossego para a acompanhante e os seus dois filhos, até ao dia em que as transações começaram a descontrolar-se e as fugas de informação tomaram lugar, levantando problemas conjugais e judiciais na vida do Presidente. Familiar não?

 

Falemos agora dos aspectos técnicos. Os diálogos estão muito mal conseguidos, carregados de clichés e completamente falsos. O guião mostra-se despropositado durante toda a extensão da fita e as interpretações likewise. Os fade outs apropriados para videoclips são usados até á exaustão, facilitando quebras atrás de quebras na narrativa que é, já de si, bastante pobre. As próprias transições de cena estão péssimamente executadas e deviam fazer corar de vergonha quem as produziu.

 

Corrupção” só não tem a nota 0 porque é de louvar a “tentativa” de fazer um filme dentro deste género em Portugal. Pena que não tenha (de todo!) resultado. E sim, opiniões são subjectivas, mas há condições mínimas a serem reunidas para pelo menos se tentar fazer bom cinema. Aqui, não se verifica nada disso. Um conjunto sem nexo de situações completamente dispensável, e um péssimo exemplo de cinema português. Vergonhoso.

 

Nota Final: 1 / 10


 

 


Por Mafalda às 23:50
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos

Trailer do dia - Humpday

Realização: Lynn Shelton
Argumento: Lynn Shelton
Género: Comédia
Elenco: Mark Duplass, Joshua Leonard, Alycia Delmore e Lynn Shelton
 
Data de Estreia: 6 de Maio de  2010
 

Por Hugo às 12:33
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 9 de Março de 2010

Estreias da Semana - 11/03

       

 
Cinerama: Humberto Murzelo suicidou-se, e os seus amigos acusam a empresa onde ele trabalhava de serem os responsáveis. Decidem então raptar o director da empresa, mas esse gesto trará uma série de consequências trágicas.
 
The Book of Eli: Eli tem como único propósito proteger um livro sagrado no qual reside a esperança de um futuro para humanidade. Na sua travessia para levar o livro ao seu destino, Eli vai cruzar-se com pessoas que, tal como ele, lutam pela sua vida e a quem nada mais resta que a sobrevivência de cada dia, tudo isto num país transformado em deserto depois de uma catástrofe mundial.
 
Tony Manero: Raúl Peralta vive obcecado por Tony Manero, a personagem de John Trovolta no filme "Febre de Sábado à Noite". Todas as noites de sábado ele faz a sua aparição num dos bares da cidade, na melhor imitação do seu ídolo. Um dia toma conhecimento de um concurso nacional de sósias de Tony, em que tudo fará para se tornar uma estrela.
 
 
 
Tony: em complemento a "Tony Manero" passa esta curta sobre um rapaz que sonha ser o cantor romântico português Tony de Matos, sendo que para tal se inscreve num concurso de karaoke.
 
The Lovely Bones: Susie, uma menina de 14 anos, é interceptada no regresso a casa, por um estranho homem que constroi casas de bonecas. Ele convence-a a entrar num anexo onde acaba por violar e assassinar a pequena. Agora, Susie está num espaço entre a vida terrena e a vida celestial, tentando ajudar aqueles que sofrem pela sua morte, ao mesmo tempo que busca vingança junto daquele que lhe tirou a vida.
 
Tags:

Por Mafalda às 16:41
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos

Trailer do dia - Greenberg

Realização: Noah Baumbach
Argumento: Noah Baumbach e Jennifer Jason Leigh
Género: Drama e Comédia
Elenco: Ben Stiller, Juno Temple e Jennifer Jason Leigh
 
Data de Estreia: 29 de Abril de  2010
 

Por Hugo às 09:28
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 8 de Março de 2010

Resultados Óscares 2010 II

Steve Martin e Alec Baldwin, após um bom número musical a cargo de Neil Patrick Harris, conduziram uma cerimónia bem mais monótona que a do ano passado. Contudo, a química da dupla permitiu alguns bons momentos de humor relacionados com “Paranormal Activity” e “Avatar”, por exemplo. O mesmo se pode dizer de Ben Stiller, um Na'vi caracterizado a rigor. Mas adiante! Com nova regra no que a discursos diz respeito (não podem exceder os 45 segundos de duração), esta noite não trouxe grandes surpresas, senão vejamos...

 

A nível interpretativo, assistimos a uma reprise dos Golden Gobes, com a vitória de Christoph Waltz na categoria de Melhor Actor Secundário (que nos brindou com um discurso sentido e humilde após receber a estatueta dourada das mãos de Penélope Cruz) e de Mo'Nique como Melhor Actriz Secundária por “Precious” (filme independente que venceu também na categoria de Melhor Argumento Adaptado, perfazendo um total de 2 estatuetas). O mesmo se pode dizer quanto aos premiados para Melhor Actriz e Melhor Actor, Sandra Bullock (que no dia anterior venceu um Razzie por “All About Steve”) e Jeff Bridges.

 

Aproveito desde já a vitória destes dois belíssimos actores para frisar bem o meu profundo desagrado por Portugal não ter partido para os Óscares com a possibilidade de assistir às suas prestações. É ridículo o tempo que os filmes demoram a chegar à cauda da Europa. Para quando “The Blind Side” e “Crazy Heart”? Pois, já vêm tarde. Verdadeiramente inadmissível.

 

Na categoria de Melhor Filme de Animação, “Up” sagrou-se vencedor, numa apresentação minimamente original dos nomeados “animados”. Seguiu-se a atribuição do Óscar para Melhor Canção Original, que este ano não teve direito a apresentação ao vivo. Mais uma manobra para diminuir a duração da gala. E uma vez mais, sem surpresas, o vencedor foi a música de “Crazy Heart”. Sim, aquele filme que ainda não estreou por terras lusas...

 

Seguiu-se o Óscar para Melhor Argumento Original, que muitos pensavam ir parar ao Filme do Ano 2009 do GT, “Inglourious Basterds”, não “The Hurt Locker”, o vencedor da noite, reinvidicá-lo como seu. “The Hurt Locker”, nomeado para 9 categorias, arrecadou 6, inluindo Melhor Filme e Melhor Realizador, sendo esta a 1ª vez que uma mulher ganha o referido prémio.

 

Avatar”, também ele nomeado para 9 categorias, teve de se contentar somente com 3 vitórias, nomeadamente Melhor Direcção Artística, Melhor Fotografia e Melhores Efeitos Visuais, albergando já o título de grande derrotado desta edição dos Óscares.

 

Logorama”, “Music by Prudence” e “The New Tenants” foram as curtas vencedoras e despertaram curiosidade, nomeadamente “Logorama” por se tratar de uma história feita inteiramente com logotipos de conhecidas marcas. Já “The Cove”, que terá crítica aqui no GT brevemente, foi o vencedor do prémio para Melhor Documentário Longa Metragem.

 

Star Trek”, apontado como um dos “esquecidos” na lista de melhores filmes deste ano, acabou por levar para casa o Óscar de Melhor Caracterização, e “The Young Victoria” o de Melhor Guarda Roupa.

 

E após um justo tributo aos filmes de terror, categoria que ainda está longe de alcançar o respeito que merece, assistiu-se a um dos poucos momentos musicais da noite, desta feita para homenagear as personalidades da sétima arte que faleceram o ano passado, e que deixaram o mundo do cinema um pouco mais pobre. De seguida, um dos pontos mais altos da noite, a apresentação coreografada das bandas sonoras nomeadas, sendo “Up” a vencedora, perfazendo um total de 2 estatuetas para o filme da Disney Pixar.

 

Em tom conclusivo, deixo talvez a única grande surpresa, que foi a vitória de “El Secreto de sus Ojos”, a película argentina que deixou para trás o favorito “Das Weisse Band”, na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

 

Desta feita, o GT encerra a cobertura a mais uma cerimónia dos Óscares, bastante previsível e uns furos abaixo do que seria de esperar. Porém, cá estaremos para o ano, sempre de olhos postos no bom cinema!

 


Por Mafalda às 20:04
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos

Trailer do dia - Chloe

Realização: Atom Egoyan
Argumento: Erin Cressida Wilson e Anne Fontaine
Género: Drama e Thriller
Elenco: Julianne Moore, Liam Neeson e Amanda Seyfried
 
Data de Estreia:Janeiro de 2011
 

 


Por Hugo às 10:22

Editado por Mafalda em 30/12/2010 às 02:48
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos

Resultados Óscares 2010 - I

Melhor Filme:
"The Hurt Locker"

Melhor Realizador:
Kathryn Bigelow por “The Hurt Locker”

Melhor Actor:
Jeff Bridges por “Crazy Heart”

Melhor Actriz
Sandra Bullock por “The Blind Side”
 
Melhor Actor Secundário:
Christoph Waltz por “Inglourious Basterds”

Melhor Actriz Secundária:
Mo’Nique por “Precious”

Melhor Argumento Original:
“The Hurt Locker” - Mark Boal

Melhor Argumento Adaptado:
“Precious” - Geoffrey Fletcher

Melhor Longa - Metragem de Animação:
“Up” de Pete Docter

Melhor Filme de Língua Estrangeira:
“El Secreto de Sus Ojos” - Argentina

Melhor Direcção Artística:
"Avatar"

Melhor Fotografia:
"Avatar"

Melhor Guarda-Roupa
"The Young Victoria"

Melhor Montagem
"The Hurt Locker"

Melhor Caracterização
"Star Trek"

Melhor Banda-Sonora Original
“Up” - Michael Giacchino

Melhor Canção Original
“The Weary Kind” (Crazy Heart)

Melhores Efeitos Sonoros
"The Hurt Locker"

Melhor Som
"The Hurt Locker"

Melhores Efeitos Visuais
"Avatar"

Melhor Documentário - Longa-Metragem:
"The Cove" de Louie Psihoyos

Melhor Documentário - Curta-Metragem
"Music by Prudence"

Melhor Curta - Metragem de Animação
"Logorama" de François Alaux e Herve de Crecy

Melhor Curta - Metragem de Imagem Real
"The New Tenants" de Joachim Back

 


Por Mafalda às 05:00
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 7 de Março de 2010

District 9 (2009)

 

No inicio da década de noventa aparece uma nave a sobrevoar os céus de Johannesburg (capital da África do Sul). Com a nave avariada e sem forma de regressar ao seu planeta, as criaturas que vinham na nave são postas numa zona da cidade criada de propósito para as albergar. Rapidamente esta zona se transforma numa espécie de favela chamada Distrito 9. Depois de muita confusão à volta do Distrito 9, a MNU (MultiNational United), organização criada para controlar a situação, decide recolocar as criaturas numa nova zona. O funcionário Wikus Van Der Merwe (Sharlto Copley) é designado para liderar a equipa que terá de informar aos habitantes da favela que irão mudar de lugar.

Com orçamento de 30 milhões de euros, District 9 apresenta-se como um dos melhores filmes de 2009. Apadrinhado por Peter Jackson (podem esperar para a próxima sexta pela critica a Lovely Bones) e realizado por Neill Blomkamp, este filme é muito mais que pura ficção-científica, é um apelo à reflexão da consciência humana e dos direitos que todos nós temos. Apesar do pequeno orçamento, os efeitos especiais estão bastante acima da média e praticamente não se notam diferenças para as grande produções de Hollywood. 

Em relação ao elenco não se pode dizer muito pois tudo gira à volta de Sharlto Copley que apesar de não deslumbrar, tem um desempenho bastante agradável e regular em frente às câmaras.

Criativo e inteligente, District 9 é sem dúvida um marco na história do género. Veremos o que esta noite de óscares reserva para esta pequena pérola. Uma pequena nota final para a excelente campanha de marketing que foi criada aquando a estreia nos cinemas em solo nacional.
 
"When dealing with aliens, try to be polite, but firm. And always remember that a smile is cheaper than a bullet." 

Nota Final: 9 / 10

 

 


Razzie Awards 2010



E os piores do ano são:

Pior Filme

"Transformers: Revenge Of The Fallen"
 
Para trás ficaram "Old Dogs", "Land of The Lost", "G.I. Joe: The Rise of Cobra" e "All About Steve".

Pior Actor
Jonas Brothers em "The 3D Concert Experience"
 
Nomeados estiveram também Will Ferrell, Steve Martin, John Travolta e Eddie Murphy (que não saiu de mãos a abanar, como poderão verificar mais adiante).

Pior Actriz
Sandra Bullock em "All About Steve"
 
A actriz nomeada para o Óscar de Melhor Actriz levou a "melhor" sobre Beyoncé, Miley Cyrus, Sarah Jessica Parker e Megan Fox (nomeada por "Jennifer's Body e Transformers: Revenge of the Fallen").

Pior Parceria em Filme
Sandra Bullock e Bradley Cooper em "All About Steve"
 
Segundo prémio para a actriz, que esteve presente na cerimónia! Estiveram também na corrida pela "framboesa" os Jonas Brothers, o trio de "Twilight" composto por Robert Pattinson, Kirsten Stewart e Taylor Lautner, Shia LaBeouf e Megan Fox e ainda Will Ferrell e Creature ou "Comic Riff".

Pior Actriz Secundária
Sienna Miller, G.I. Joe: The Rise of Cobra
 
A actriz deixou para trás Candice Bergen, Ali Larter, Kelly Preston e Julie White.

Pior Actor Secundário
Billy Ray Cyrus em "Hannah Montana: The Movie"
 
O irmão mais novo de Miley venceu nesta categoria onde figuravam também Hugh Hefner (sim... mister Playboy himself), Robert Pattinson, Jorma Taccone e Marlon Wayans.

Pior Remake ou Sequela
"Land of the Lost"
 
Para esta categoria estavam nomeados "Pink Panther 2", "G.I. Joe: The Rise of Cobra", "Twilight: New Moon" e "Transformers: Revenge of the Fallen" (estes três últimos com crítica aqui no Golden Ticket).

Pior Realizador de 2009
Michael Bay por "Transformers: Revenge of the Fallen"
 
Prémio merecido, sem dúvida. Constavam também da lista de nomeados Walt Becker por "Old Dogs", Brad Silberling por "Land of the Lost", Stephen Sommers por "G.I. Joe: The Rise of Cobra" e Phill Trail por "All About Steve".

Pior Filme de 2009
Transformers: Revenge of the Fallen, escrito por Ehren Kruger, Roberto Orci e Alex Kurtzman
 
Á semelhança das outras categorias, figuravam também "Land of the Lost", "Twilight: New Moon", "G.I. Joe: The Rise of Cobra" e "All About Steve".
 
Prémios Especiais dos 30 Anos dos Razzie:

Pior Filme da Década
"Battlefield Earth", vencedor de 8 Razzies
 
Nomeados estiveram também "I Know Who Killed Me", protagonizado por Lindsay Lohan, "Gigli" com Ben Affleck e Jennifer Lopez, "Freddy Got Fingered" e "Swept Away" com a parceria cinematográfica entre Guy Richie e Madonna.
 
Pior Actor da Década
Eddie Murphy, vencedor de 3 Razzies
 
O actor cujos últimos filmes de comédia têm sido autênticos fracassos ultrapassou assim Ben Affleck ("Jersey Girl", "Gigli") , Mike Myers ("The Love Guru") , Rob Schneider ("The Animal", "The Hot Chick") e John Travolta ("Old Dogs", "Swordfish").

Pior Actriz da Década
Paris Hilton, vencedora de 4 Razzies
 
A socialite superou nomes como Madonna ("The Next Best Thing", "Day Another Day"), Mariah Carey ("Glitter"), Lindsay Lohan ("Herbie Fully Loaded", "Just My Luck") e Jennifer Lopez ("Jersey Girl", "Monster-In-Law".

Sinceramente acho que os vencedores foram bem escolhidos mas fica a sensação que New Moon encaixaria perfeitamente nesta lista.

 


Por Hugo às 19:17

Editado por Mafalda às 23:14
Link | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

An Education (2009)

 

 

A BBC Films apresenta um dos 10 nomeados ao Óscar de Melhor Filme na cerimónia deste ano: “An Education”. A sua história resume-se no seguinte...

 

Jenny (Carey Mulligan) é uma jovem estudiosa e empenhada, quase a terminar o liceu, e cujo maior sonho (ou será o sonho dos pais?) é entrar na Universidade de Oxford. Um dia, a jovem trava coonhecimento com David (Peter Sarsgaard), um homem mais velho e bem parecido. Apaixonam-se, mas a verdade sobre a identidade David, que proporciona a Jenny um mundo pautado por concertos, exposições e requintados restaurantes, está um pouco mais longe do que seria de supor...

 

Antes de me alongar mais, devo dizer que apreciei bastante os créditos iniciais. Penso que já o disse uma vez, aquando da crítica a “Rock N' Rolla”, mas nunca é demais frisar certos pontos. É em pequenos pormenores, como nos créditos iniciais, que não são certamente um grande foco de interesse para a maioria da audiência, que se pode mostrar um amor pela arte de fazer cinema, e não um simples “vamos fazer mais um filme”. Deve existir sempre um cuidado especial na abordagem de todas as fases de uma fita, e isso é sempre agradável e reconfortante de verificar. E aqui, seguramente que a realizadora Lone Scherfig não deixou créditos por mãos alheias.

 

Um fiel retrato dos anos 60, com uma banda sonora, fotografia e cenários apelativos e em conformidade com as performances do actores. Devo porém realçar Alfred Molina, numa personagem que tanto tem de divertida, como de sensível, marcando alguns segmentos da acção, Dominic Cooper que me fez esquecer totalmente o desaire da sua prestação no musical “Mamma Mia!”, e claro, como não podia deixar de ser, a protagonista Carey Mulligan, que viu inclusivé o seu esforço recompensado pela nomeação ao Óscar de Melhor Actriz (tendo já arrecadado o BAFTA).

 

Outro ponto a favor é a sensibilidade com que é permitido deixarmo-nos envolver pelo mundo que fascina Jenny. As artes, desde a pintura, até à música, passando pela deliciosa e requintada comida... É apaixonante e diria até mesmo, inebriante, a maneira como se nos apresentam essas vidas cosmopolitas dos protagonistas, e dos seus 2 amigos Danny (Dominic Cooper, num papel que esteve destinado a Orlando Bloom) e Helen (Rosamund Pike). Brilhantemente captado.

 

E claro, não posso deixar de mencionar as questões que se levantam durante o filme. Até que ponto é importante para um indivíduo fomentar a sua educação, a sua escolaridade? Terá de abdicar dela para usufruir de prazeres como viagens, por exemplo? Ou será para ele mais compensador valer-se dos seus conhecimentos para analisar melhor aquilo de que disporá no futuro? Para Jenny, tudo isto se lhe apresenta com uma complexidade acrescida. Numa época em que as mulheres com estudos estavam quase que “condenadas” a serem ou professoras ou secretárias, ou muito simplesmente, donas de casa, o que passará na cabeça de uma jovem vanguardista, com sede de descoberta e uma paixão imensa por um mundo em que as artes têm papel predominante? Conseguirá ela acesso a tudo o que David lhe proporcionou se continuar os seus estudos? Aprederá mais na “escola da vida” do que na Universidade de Oxford? São estas as principais questões que o espectador colocará a si próprio ao longo da fita e que serão um dos mais importantes focos da mesma.

 

Cinema clássico no seu máximo esplendor. Assim será a mais justa forma de classificar “Uma Outra Educação”. Competente, interessante, cativante e imperdível, é quase certo que não arrebatará a estatueta dourada, mas a distinção para tal é indubitávelmente merecida.

 

If you never do anything, you never become anyone.”

 

Nota Final: 8.5 / 10

 

 

 


Rumo aos Óscares 2010

 

 

Novo ano, nova cerimónia dos Óscares aqui no GT! É já esta madrugada que, uma vez mais, acompanharemos em directo a transmissão da atribuição dos mais importantes prémios da indústria cinematográfica.
 
Com apresentação a cargo de Steve Martin e Alec Baldwin (a dupla de "It's Complicated"), a expectativa é grande... Sairá "The Hurt Locker" vencedor em detrimento do mega sucesso "Avatar"? Será que Christoph Waltz arrecadará novo prémio na categoria de Melhor Actor Secundário? E Meryl Streep, na sua 16ª nomeação, levará para casa mais uma estatueta dourada?
 
Deixamos agora um "apanhado" com a lista de nomeados...
 
Nomeados Óscares 2010
 
... e as críticas de alguns dos filmes nomeados em diversas categorias:
 
Up (Melhor Filme, Melhor Argumento Original, Melhor Filme de Animação, Melhor Banda Sonora Original e Melhores Efeitos Sonoros)
 
Avatar (Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Direcção Artística, Melhor Fotografia, Melhor Montagem, Melhor Banda Sonora Original, Melhor Efeitos Sonoros, Melhor Som e Melhores Efeitos Visuais)
 
District 9 (Melhor Filme, Melhor Argumento Adaptado, Melhor Montagem e Melhores Efeitos Visuais)
 
An Education (Melhor Filme, Melhor Actriz e Melhor Argumento Adaptado)
 
Inglourious Basterds (Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Actor Secundário, Melhor Argumento Original, Melhor Fotografia, Melhor Montagem, Melhores Efeitos Sonoros e Melhor Som)
 
Precious (Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Actriz, Melhor Actriz Secundária, Melhor Argumento Adaptado e Melhor Montagem)
 
The Messenger (Melhor Actor Secundário e Melhor Argumento Original)
 
Coraline (Melhor Filme de Animação)
 
Sherlock Holmes (Melhor Direcção Artística e Melhor Banda Sonora Original)
 
The Young Victoria (Melhor Direcção Artística, Melhor Guarda Roupa e Melhor Caracterização)
 
Harry Potter and The Half Blood Prince (Melhor Fotografia)
 
Star Trek (Melhor Caracterização, Melhores Efeitos Sonoros, Melhor Som e Melhores Efeitos Visuais)
 
Transformers: The Revenge of the Fallen (Melhor Som).
 
 
Resta-nos agora aguardar pelas 1h30 e assistir confortávelmente a uma cerimónia que promete!

 


Por Mafalda às 14:10
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos

Trailer do dia - Despicable Me

Realização: Pierre Coffin e Chris Renaud
Argumento: Ken Daurio e Cinco Paul
Género: Animação e Família
Elenco: Steve Carell, Jason Segell, Russel Brand e Julie Andrews
 
Data de Estreia: Outubro de 2010
 

 


Por Mafalda às 09:42
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 6 de Março de 2010

Trailer do dia - Extraordinary Measures

Realização: Tom Vaughan
Argumento: Robert Nelson Jacobs e Geeta Anand
Género: Drama
Elenco: Brendan Fraser, Harrison Ford, Keri Russell e Meredith Droeger
 
Data de Estreia: 29 de Abril de 2010
 
 

 


Por Hugo às 11:37
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 5 de Março de 2010

Sexta a 3 - It's Complicated (2009)

 

Meryl  Streep, Alec Baldwin e Steve Martin integram um elenco prometedor numa comédia romântica realizada por Nancy Meyers. Os dois primeiros, casados durante dezanove anos, estão agora divorciados há dez naquela que foi uma desgastante separação para Jane, entretanto ultrapassada. Tudo aconteceu quando Jake se envolveu com uma mulher vinte anos mais nova…

 

O que seria então impensável e desprezível na cabeça de Jane, acontece. Ela torna-se amante de um homem casado, mas ainda mais surpreendente é o facto de este ser o seu próprio ex-marido. Assim, os problemas que assombraram aquele casal desapareceram depois de uma década volvida. A emoção e atraccão voltaram mais fortes que nunca, naquela que poderá ser a solução para todos os casais segundo Jake.

 

Mas ao mesmo tempo que este re-aproximamento se dá, uma terceira pessoa surge no meio destes. Adam, interpretado por Steve Martin, é um arquitecto que começa a revelar  ter sentimentos por Jane. As peripécias vão então acontecer há medida que estas relações se vão desenrolado, sempre sobre o olhar dos filhos do ex-casal.

 

 

Diogo: Os 120 minutos de filme actuaram em mim, qual sonífero, causando um efeito entediante. A temática romântica desenvolvida a três pelos actores principais acaba por se desenrolar numa toada bastante morna, só mesmo ultrapassada pelo espírito ‘cómico’ inserido neste ‘It’s Complicated’... Factos estes que derivam de um argumento com um potencial original mas que, pela sua extensibilidade acaba por transformar todas as acções em banalidades e não em pontos fortes do filme. De referir que o público-alvo deste filme, é um público manifestamente de ‘adulto já feitos’.

 

Nota Final: 5.5/10

 

 

Hugo: A conhecida Nancy Meyers traz-nos mais uma comédia romântica semelhante ao que já nos tinha habituado. It's Complicated tem uma história (se me permitem o trocadilho) complicada mas pode parecer em certos pontos previsível (tal como 99% dos filmes do género). O ponto técnico que se destaca mais é sem dúvida a fotografia ao sermos presenteados com bons pormenores e um excelente aproveitamento das paisagens. O principal trio (Meryl Streep, Alec Baldwin, e Steve Martin) tem uma performance bastante boa e demonstram um grande à vontade no grande ecrã. De destacar também John Krasinski que protagoniza os momentos mais hilariantes do filme. It's Complicated pode não ser brilhante, mas é mais que competente na tarefa de entreter o espectador.

 

Nota Final: 7,5 / 10

 

 

Mafalda: Francamente, como não esperar o melhor de um filme com Meryl Streep como protagonista? Bem, talvez a resposta possa ser dada com este “Amar... É Complicado”. Uma “dramédia” romântica, que prima por nos oferecer mais do mesmo durante quase 2 horas. Não despertou grandes emoções, sendo demasiado simples, e com um guião que nos deixa com um sabor a pouco no final. Ficamos com a ideia que é só mais uma fita, igual a tantas outras, para ocupar tempo. Banal, e nada inovadora, é a típica película de domingo à tarde, mas competente q.b. a nível interpretativo e com uma ou outra cena mais engraçada, mas nada de mais. A nota dada deve-se a Meryl. And that's it.

 

Nota Final: 5 / 10

 


Trailer do dia - Wall Street: Money Never Sleeps

Realização: Oliver Stone
Argumento: Allan Loeb e Stanley Weiser 
Género: Drama
Elenco: Michael Douglas e Shia LaBeouf
 
Data de Estreia: 22 de Abril de 2010
 
 

 


Por Hugo às 10:57
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 4 de Março de 2010

Jennifer's Body (2009)

 


 

Megan Fox, Megan Fox e mais Megan Fox. Sim, a rapariga é engraçada, de facto, e atrai bastante público para uma sala de cinema (já para não falar de um certo beijo altamente mediatizado...), factores estes bastante óbvios tanto para produtores como para realizadores (neste caso, para Karyn Kusama, responsável por “Aeon Flux”). Agora, só é pena acabarem por se focar em demasia nesses mesmos factores e deixarem um pouco ao acaso tudo o resto, que é, nada mais nada menos que uma melhor qualidade da fita!

 

Com o argumento a cargo da oscarizada Diablo Cody (realizadora do alternativo “Juno”), “Jennifer's Body” conta-nos a história de Needy e Jennifer, a nerd e a cheerleader desejada por todos, mas que, curiosamente, são também as melhores amigas.

 

Um dia, resolvem assistir ao concerto de uma banda de Myspace, os Low Shoulder, que escondem um macabro segredo sobre as suas individualidades. E é precisamente esse segredo que vai mudar a vida de Jennifer e de todos aqueles que a rodeiam...

 

Jennifer's Body” é uma mistura entre os filmes adolescentes e a comédia de terror, com um ou outro susto, piadas relativamente conseguidas, e uma banda sonora que tanto tem de interessante, misturando nomes como Foreigner e Black Kids, como de awkward, com utilização de determinadas músicas que se revelam completamente fora do contexto para com a cena em questão.

 

Algumas referências à cultura pop actual, como por exemplo aos X-Men ou até mesmo à Wikipédia, e ainda um competente momento musical encabeçado por Adam Brody são pontos altos numa fita cujo intuito é divertir, objectivo que consegue alcançar cabalmente, apesar de uma ou outra sequência menos bem conseguida.

 

Devo também denotar apreço pela técnica utilizada na sequência final da acção. Foi um bom pormenor. Já os diálogos... deixam a desejar em diversas situações, ora cedendo a clichés, ora sendo simplesmente sem nexo.

 

Não é um filme isento de erros, longe disso, mas pode ser encarado como uma nova forma de ver terror, com maior incidência no humor negro. E embora pudesse estar bastante melhor, é digno da pontuação que se segue.

 

PMS isn't real Needy, it was invented by the boy-run media to make us seem like we're crazy.”

 

Nota Final: 6 / 10

 

 

 


Por Mafalda às 23:32
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos

Trailer do dia - The Answer Man

Realização: John Hindman
Argumento: John Hindman
Género: Comédia e Romance
Elenco: Jeff Daniels, Lauren Graham, Lou Taylor Pucci e Olivia Thirlby
 
Data de Estreia: 29 de Abril de 2010
 

 


Por Hugo às 09:50
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 3 de Março de 2010

Trailer do dia - The Last Song

Realização: Julie Anne Robinson
Argumento: Nicholas Sparks e Jeff Van Wie 
Género: Drama
Elenco: Miley Cyrus, Greg Kinnear, Bobby Coleman e Liam Hemsworth
 
Data de Estreia: 15 de Abril de 2010
 

 


Por Hugo às 09:50
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 2 de Março de 2010

Estreias da Semana - 04/03

       

 

Alice in Wonderland: dez anos depois, Alice, regressa ao País das Maravilhas, onde reencontra os seus velhos amigos. Porém, depara-se também com um lugar triste, que viveu os últimos anos sob o domínio da Rainha de Copas. Agora, cabe a Alice seguir o seu destino e travar uma guerra jamais imaginada.
 
It's Complicated: aos 50 anos Jane atingiu um momento de grande estabilidade: os filhos cresceram, o negócio corre bem e o trauma do divórcio está a ser superado. Já a vida de Jake, o seu ex-marido, está um caos: ultrapassada a crise de meia-idade, que o levou a trocar Jane por uma mulher 20 anos mais nova, vê-se a braços com o desejo obsessivo desta para engravidar. Mas, num encontro casual, o ex-casal redescobre a paixão e Jane transforma-se na amante do ex-marido! Mas para complicar ainda mais a situação, eis que entra em cena Adam, um arquitecto interessado em Jane.
 
Tags:

Por Mafalda às 15:33
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos

Trailer do dia - Banlieue 13 Ultimatum

Realização: Patrick Alessandrin
Argumento: Luc Besson 
Género: Acção e Ficção-Cientifica
Elenco: Cyril Raffaelli, David Belle e Philippe Torreton
 

Data de Estreia: 22 de Abril de 2010 


Por Hugo às 10:08
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 1 de Março de 2010

Trailer do dia - Shrink

Realização: Jonas Pate
Argumento: Thomas Moffett 
Género: Drama
Elenco: Kevin Spacey, Mark Webber, Joe Nunez e Keke Palmer
 
Data de Estreia: 3 de Junho de 2010
 
 

 


Por Hugo às 10:33
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos

Owners

goldenticket09@gmail.com

Quem somos?

Pesquisar

 

Canal Youtube

Top 5 Filmes de Janeiro 2009
Top 5 Filmes de Fevereiro 2009
Top 5 Filmes de Março 2009
Top 5 Filmes de Abril 2009
Top 5 Filmes de Maio 2009
Top 5 Filmes de Junho 2009
Top 5 Filmes de Julho 2009
Top 5 Filmes de Agosto 2009
Top 5 Filmes de Setembro 2009

Segue-nos no Youtube

Arquivo

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Posts recentes

Trailer do dia - Green La...

Trailer do dia - Cars 2

Trailer do dia - Kung Fu ...

Trailer do dia - Harry Po...

Trailer do dia - Drive An...

Trailer do dia - Twelve

Trailer do dia - Howl

Trailer do dia - Tournée

Trailer do dia - Unknown

Trailer do dia - Sucker P...

Trailer do dia - Scream 4

Trailer do dia - Limitles...

Trailer do dia - Just Go ...

Trailer do dia - Dead Awa...

Trailer do dia - Cowboys ...

Últimos Comentários

Comédia criado pelos irmãos Mark e Jay Duplass, a ...
Não se compara ao original. Tenho pena que a 'amer...
lamento mas tenho de concordar com o daniel, embor...
O blog está muito interessante.Bravo!Cumprimentos ...
Desde já parabéns pelo trabalho, que tem ar de bom...
este filme é mt bom!!
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Excelente filme, muito recomendado!Cumps cinéfilos...
muito bom o Ilusionista. Cheguei a vê-lo aqui na F...
Não é para os fracos de coração... e, já agora, de...

Estreias da Semana

- Somewhere

- 127 Hours

- Blue Valentine

- The Dilemma

Tags

todas as tags

Feed-Us